Culto de Ensino

 

Culto de Ensino

     Como igreja nos reunimos na casa de Deus para aprendermos da palavra do Senhor no culto da sã doutrina. E com orações e louvores adoramos ao Deus do céus dando início a mais um grandioso culto de ensino. Nosso pastor está ministrando no tema geral LIDERANÇA SERVIDORA UNIFORME E EXEMPLAR, e no sub tema Ética Ministerial está ensinando uma série de estudos sobre como usar a língua para produzir vida.

     Iniciamos lendo em Tg. 2.14-26 e fomos lembrados que corremos um risco dentre tantos ter uma vida cristã baseada no falar. O cristão deve falar pouco e fazer muito pelo Reino de Deus. É desejo de Deus que os crentes vão além do discurso. Em Mt 7.21,  nos diz que há um grande abismo entre “dizer” e “fazer”. Jesus disse que o reino é para aqueles que fazem a vontade de Deus. Não fomos chamados apenas para proclamar o reino, mas também para representar o reino. O amor não pode ser só em discursos, 1 Jo. 3.18, o apóstolo fala que o amor deve ser de Verdade e não apenas de palavras. O amor fingido é aquele só de palavras. Qual é a Igreja que Deus quer na terra? A que faz muito e fala pouco. O desejo de Deus é que não corremos atrás de bênçãos. Mas que sejamos uma benção nas Suas mãos. E isso passa pela nossa boca e pelas nossas mãos 1 Pe 3.8-14. Deus disse que nos abençoaria no V. 9, agora estamos abençoados pelo Senhor. Quem precisa da bênção é quem não tem a bênção. Será infeliz nesta vida quem fala muito. O desejo de Deus é que sejamos sábios, e a sabedoria passa pelo bom proceder Tg. 3.13-18. E essa sabedoria é vontade de Deus que nós demonstremos. Temos que ser uma igreja sábia e isso tem a ver com poucas palavras e muitas ações. O desejo de Deus que incentivemo-nos uns aos outros e não ficar julgando os outros Tg. 4. 11-12. O que devo fazer para não me ocupar julgando os outros? Praticar Ef. 2.10. Devemos usar a boca para motivar o outro Hb. 10.24. O desejo de Deus é que venhamos  fazer falta quando partirmos desta terra. Que deixemos saudades. Tem pessoas que partem e não deixam saudades, outras se afastam de nós e fazem muita falta. Deus quer que vivamos como Dorca At 9.36-39. Ela morreu e amulheres disseram a Pedro que ela iria fazer muita falta. A ressurreição foi motivado pelo testemunho dela. Sabe quem vai deixar saudade na terra? Quem fala pouco e faz muito. Não deixará saudades quem é fuxiqueiro. É vontade de Deus que sejamos operantes. Não precisamos de gente para dar opinião, e sim obreiros. Deus não nos chamou para dar opinião. Opinião ele já tem. Pv. 14.23, o trabalho pesado trás recompensa, mas falar de mais não trás comida na mesa. O desejo de Deus é que imitemos Seu Filho At. 1.1. Jesus fazia primeiro e depois ele ensinava. Deus está a procura de gente que faça. É desejo de Deus que sejamos sal. Sal que dá gosto, que derrete o gelo, que com vinagre cura, e que influencia na cozinha sem ser visto, mas está lá. Sejamos sal que salgue fora do saleiro. Sal que não salga só serve para tapar buraco. Com um clamor no final o culto de doutrina foi encerrado.

Ministério de Comunicação da AD VACARIA.

bdt b02e center tsN normalcase show fwB|bdt b02e left|||||news c05 c10 tsN sbse fwR|normalcase uppercase sbse c10|b01 c05 bsd|news login normalcase uppercase sbse c10|normalcase tsN uppercase c10 sbse|normalcase uppercase sbse c10|content-inner||