Minha boca como uma sementeira

 

                                                                              Minha boca como uma sementeira

 

          Como sempre acontece nas quintas, participamos de mais um grande culto de ensino, quando estamos estudando sobre: Liderança Servidora, Uniforme e Exemplar. Em ética ministerial, um dos sub temas. Estamos estudando sobre a importância de usarmos bem as palavras. O culto foi precedido de meia hora de oração e teve a cooperação do grupo Adoração nos louvores. Na hora da mensagem o pastor leu Mc 11. 20-26.  A Bíblia compara verdades naturais para serem aplicadas de forma espiritual. Um exemplo disso é colher o que plantamos. Com as palavras não é diferente.  A nossa vida reflete a forma como usamos as palavras, elas terão autoridade, peso ou não de acordo com a forma como as usamos. Há pessoas levianas no uso das palavras são faladeiras vãs e comprometem suas vidas em todas as áreas.  Uma pessoa que teme ao Senhor e O leva a sério terá cuidado no uso das palavras com sabedoria. Falará com excelência, com equidade, somente a verdade é com base na justiça. O pastor citou exemplos na vida de Moisés, Eliseu e o Apóstolo Paulo sobre o poder das palavras. Fomos chamados para animar, abençoar e restaurar vidas, criados em Cristo e chamados para crer no poder da Palavra de Deus e nas nossas palavras também. No final oramos proferindo palavras abençoadoras em relação ao nosso futuro presente e futuro distante. O Espírito Santo trouxe renovação à igreja e saímos mais conscientes sobre o poder das palavras. Pr 18.21.

Ministério de Comunicação da AD Vacaria

 

bdt b02e center tsN normalcase show fwB|bdt b02e left|||||news c05 c10 tsN sbse fwR|normalcase uppercase sbse c10|b01 c05 bsd|news login normalcase uppercase sbse c10|normalcase tsN uppercase c10 sbse|normalcase uppercase sbse c10|content-inner||